Programa de Formação Continuada de Professores: Itinerários Formativos

 

A iniciativa de formação de professores, Programa de Formação Continuada: Itinerários Formativos, teve sua versão piloto realizada em 2018, contemplando a certificação de 882 professores, sendo esta ampliada em 2019 com uma certificação de 2.095 e no ano de 2020, em andamento, com um total de 7.000 professores inscritos.


Os Itinerários Formativos para professores têm como objetivo realizar cursos de formação continuada para os docentes da rede pública estadual de ensino, com vistas ao aperfeiçoamento das práticas didáticas e metodológicas visando a mobilização da reflexão dos professores sobre a docência, seja no contexto da sala de aula e/ou nos ambientes de aprendizagens existentes na escola, concebendo a pesquisa como um princípio pedagógico.


Os cursos buscam ainda propiciar, entre pares, a reflexão sobre a atuação cotidiana no contexto das políticas educativas, com vistas a repensar as práticas docentes em andamento através de apresentações, compartilhamentos de experiências exitosas e pesquisas realizadas, por meio de seminário de práticas desenvolvidas, bem como das trocas em Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVACED), mobilizando os conteúdos trabalhados durante a formação.


Como incentivo aos docentes, os trabalhos da oferta de 2018 foram avaliados e publicados na Revista Docentes em uma edição de 2019, de modo a dar visibilidade às boas experiências, sobretudo visando a qualificação dos trabalhos realizados pelos professores, no âmbito do ensino e aprendizagem. Os trabalhos selecionados da oferta de 2019, estarão disponíveis na Revista DoCEntes de agosto de 2020.

 

Objetivo Geral

⇒ Realizar cursos de formação continuada para os professores da rede pública estadual de ensino, criando uma rede de compartilhamento de conhecimentos com vistas ao aperfeiçoamento das práticas didáticas e metodológicas.

 

Objetivo Específicos

⇒ Fortalecer, intensificar e compartilhar as práticas didáticas e metodológicas das diferentes áreas do conhecimento, gerando um ambiente de sala de aula cuja aprendizagem seja dinâmica, significativa e equânime.

 

⇒ Construir, para os diferentes ambientes de aprendizagem que a escola possui, diversas possibilidades para o desenvolvimento do ensino e aprendizagem.

 

⇒ Mobilizar os diferentes ambientes de aprendizagens que a escola possui, a fim de potencializá-los como possibilidades para o desenvolvimento do ensino e aprendizagem.

 

⇒ Discutir ações pedagógicas, no âmbito das políticas de Educação vigentes sobre currículo, avaliação, competências, habilidades, atitudes e valores em diferentes espaços de diálogos, visando fortalecer o processo de ensino e aprendizagem dos alunos por meio da diversificação de práticas pedagógicas.

 

⇒ Desenvolver competências digitais para a docência, na direção da apropriação, acompanhamento, avaliação, interação e intervenção com ferramentas tecnológicas de comunicação e informação na troca de experiências e no desenvolvimento de práticas que induzam a práxis.

 


A perspectiva metodológica consiste na realização de um conjunto de cinco cursos por cada itinerário formativo, finalizando com o seminário de compartilhamento de experiências no AVACED. O acompanhamento acontece em rede, por meio da tutoria dos técnicos das Crede/Sefor, com a orientação e apoio da Coded/CED.

 

Organização e Objetivos


Itinerário Formativo Ciências Humanas: Discutir ações pedagógicas, no âmbito das políticas de Educação vigentes sobre currículo, avaliação, competências, habilidades, atitudes e valores, em diferentes espaços de diálogos, visando fortalecer o processo de ensino e aprendizagem dos alunos por meio da diversificação de práticas pedagógicas na área.


Quadro 1: Itinerário Formativo Ciências Humanas

Áreas de Expertise
Carga Horária
Total:150h/a

EaD com Tutoria


EaD e/ou Presencial


Perspectivas Educacionais para o Século XXI

20h/a

-

Ações Pedagógicas no âmbito das Políticas de Educação: Algumas Proposições para as Ciências Humanas

20h/a

-

Metodologias Ativas: Possibilidades para Práticas Pedagógicas

30h/a

-

Leitura, Pesquisa e Diversificação de Práticas Pedagógicas

20h/a

-

Avaliação da Aprendizagem

30h/a

-

Seminário de Socialização de Práticas Didáticas e
Metodológicas

-

10h/a


FONTE: CODED/CED, 2020.

 


Itinerário Formativo Laboratório Educacional de Informática (LEI): Contribuir com o processo de organização e dinamização do Laboratório de Informática, com vistas ao trabalho interdisciplinar, por meio de práticas pedagógicas que estejam adequadas ao tempo, ao espaço e ao nível cognitivo dos alunos.


Quadro 2 – Itinerário Formativo Laboratório Educacional de Informática (LEI)

Áreas de Expertise
Carga Horária
Total:150h/a

EaD com Tutoria


EaD e/ou Presencial


Perspectivas Educacionais para o Século XXI

20h/a

-

Tecnologias na Educação: Caminhos e Possibilidades

30h/a

-

Produção Audiovisual para o Desenvolvimento do Ensino e da Aprendizagem

30h/a

-

O Uso das Tecnologias da Informação e Comunicação no Desenvolvimento da Leitura e da Escrita

30h/a

-

Curso de Gestão dos Ambientes de Aprendizagem (LEI)

30h/a

-

Seminário de Socialização de Práticas Didáticas e Metodológicas

-

10h/a


FONTE: CODED/CED, 2018.

 


Itinerário Formativo Laboratório Educacional de Ciências (LEC): Fomentar a formação continuada dos professores lotados no LEC, colaborando com a compreensão dos princípios do Educar pela Pesquisa na implementação de métodos e técnicas que favoreçam o (re)pensar dos conteúdos e das ações docentes e discentes na (re)construção dinâmica do aprendizado das Ciências.


Quadro 3 – Itinerário Formativo Laboratório Educacional de Ciências (LEC)

Áreas de Expertise
Carga Horária
Total:150h/a

EaD com Tutoria


EaD e/ou Presencial


Perspectivas Educacionais para o Século XXI

20h/a

-

Gestão dos Ambientes de Aprendizagem (LEC)

30h/a

-

Educar pela Pesquisa como um Princípio Pedagógico

30h/a

-

Oficina de Construção e Troca de Práticas Laboratoriais de Ciências (LEC)

60h/a

-

Seminário de Socialização de Práticas Didáticas e Metodológicas

-

10h/a


FONTE: CODED/CED, 2018.

 


Itinerário Formativo Centro de Multimeios: Desenvolver competências e habilidades para o aperfeiçoamento da prática dos professores lotados no Centro de Multimeios, focando na gestão da informação, otimizando as ações curriculares com o intuito de fortalecer o processo de ensino e aprendizagem dos estudantes.


Quadro 4: Itinerário Formativo Centro de Multimeios

Áreas de Expertise
Carga Horária
Total:150h/a

EaD com Tutoria


EaD e/ou Presencial


Perspectivas Educacionais para o Século XXI

20h/a

-

Gestão Educacional

10h/a

-


Reflexão sobre a Prática Pedagógica do Centro de Multimeios

25h/a

-


Sistema On-line Biblioteca

25h/a

-


Gestão e Prática do Centro de Multimeios

30h/a

O Uso das Tecnologias da Informação e Comunicação no
Desenvolvimento da Leitura e da Escrita

30h/a

-

Seminário de Socialização de Práticas Didáticas e Metodológicas

-

10h/a


FONTE: CODED/CED, 2018.

 


Itinerário Formativo 5: Competências Digitais para a Docência – A finalidade é o desenvolvimento das competências digitais para a docência, na direção da apropriação, do acompanhamento e da avaliação, com ferramentas tecnológicas de gestão de salas de aulas virtuais. Na perspectiva de promover um espaço formativo aberto para troca de experiências de formação e desenvolvimento de práticas, utilizando as tecnologias digitais, de modo a ir além dos saberes e competências funcionais, de forma a integrar as tecnologias ao seu contexto, como agente crítico e reflexivo da docência.


A ação formativa é composta por três cursos com 40 h/a, personalizados por níveis e intercalados por uma webinar, totalizando 150 h/a. Os cursos buscam desenvolver competências digitais para a docência e apresentam três sequências didáticas: introdução, apropriação e Intervenção.


Quadro 5 – Itinerário Formativo Competências Digitais para a Docência

Áreas de Expertise
Carga Horária
Total:150h/a

EaD com Tutoria


EaD e/ou Presencial


Webinar - Apresentação do resultado da pesquisa da SEDUC sobre as experiências com ensino remoto, a autoavaliação (CIEB) e a matriz de competências digitais para professores

3h/a

2h/a



Introdução (utilização e planejamento das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação - TDIC)

40h/a

-


Webinar - Estratégias e ferramentas digitais de suporte ao ensino remoto

3h/a

2h/a


Intervenção (Novas estratégias pedagógicas e experimentações emergentes com projetos e intervenção na comunidade)

40h/a



Webinar - Experiências, projetos e intervenções pedagógicas desenvolvidos mediados por tecnologias digitais

3h/a

2h/a

Seminário de Socialização de Práticas Didáticas e Metodológicas

-

10h/a


FONTE: CODED/CED, 2018.

 

Objetivo Geral

⇒ Ofertar cursos de desenvolvimento das competências digitais para a docência, na direção da apropriação, acompanhamento, avaliação, projetos e intervenção, com ferramentas tecnológicas de gestão de salas de aulas virtuais.

 

Objetivo Específicos

⇒ Promover um espaço formativo aberto, para troca de experiências de formação e desenvolvimento de práticas utilizando as tecnologias digitais.

 

⇒ Personalizar o atendimento, de acordo com interesse do professor, atendendo aos níveis de competências necessárias para o desenvolvimento do seu trabalho.

 

⇒ Promover o diálogo e a reflexão da prática pedagógica no cenário digital, observando as mudanças educacionais provocadas pela pandemia.

 

⇒ Possibilitar, por meio da Conexão SEDUC, a mobilização dos educadores do Ceará, com atividades síncronas (lives) e assíncronas através de fóruns, questionários, envio de tarefas, como também a socialização de práticas didáticas e pedagógicas.

 

⇒ Promover redes de apoio e acompanhamento, com técnicos de cada Crede/Sefor como tutores, os quais serão uma referência em cada escola (criando comunidades de práticas, com o apoio e acompanhamento da formação)

 


O desenvolvimento de competências digitais para a docência apresenta enormes desafios para a compreensão de habilidades, valores e atitudes, sendo destacados não apenas os aspectos técnicos no uso das interfaces digitais, posto que consiste meramente o primeiro nível deste processo. O segundo nível é a aplicação apropriada de interfaces digitais, por fim o terceiro nível envolve a reflexão crítica, compreensão da transformação digital e do impacto social.


Para o desenvolvimento desses níveis é fundamental o trabalho por competências que reconhece os estudos de Pereira et al. (2020), Costa (2008), Souza (2014) ao defender estratégias formativas que possibilitem ao educador ir além dos saberes e competências funcionais, abranger as tecnologias no seu contexto profissional, com uma integração curricular e uma uma postura reflexiva junto às TIC.